Info+News+Tech

Alguns estudos dizem que a música pode aumentar a produtividade das pessoas no trabalho, como o realizado pela empresa Logitech. A pesquisa revelou que 8 em cada 10 europeus ouve música no seu local de trabalho e que 44% destes dizem que esta é uma fonte de inspiração. Além disso, 24% dos entrevistados que afirmaram ouvir música no trabalho acreditam que isto contribui no aumento da produtividade.

Já a Universidade de Wales, no Reino Unido afirmou através de um estudo que apesar dos vários benefícios que a música traz para as pessoas, seu uso no ambiente de trabalho é prejudicial. Segundo o estudo, as variações acústicas encontradas nas músicas indiretamente causam confusão mental e desta forma prejudicam a organização dos pensamentos e idéias.

Com tantas controvérsias fica difícil saber se ouvir música no ambiente de trabalho prejudica ou ajuda na produtividade das pessoas. No CEVIU alguns setores como o de criação e TI tem permissão para usar fones e escutar música durante o trabalho. Apesar de positiva, a experiência não pode ser levada a todas as áreas da empresa. Setores como o comercial que mantém contato constante com usuários e parceiros do Portal por e-mail e telefone, poderiam ser prejudicados com o uso da música nestes ambientes.

Fato é que tem se tornado cada vez mais comum casos de empresas que dão grande liberdade para seus funcionários com o intuito de tornarem estes mais satisfeitos com o trabalho e conseqüentemente mais produtivos. Para isto, basta que os funcionários não cometam excessos e confundam liberdade com libertinagem.

E na empresa que você trabalha, é assim? O que pensa a respeito deste assunto?

Deixe um comentário

Info.CEVIU