Cloud computing, invasão alienígena?

Contato Imediato de Quinto Grau (CI-5)

Há muito tempo, em um sistema galáxias binárias muito muito distante, existia uma raça alienígena que só conseguia se comunicar em linguagem digital. Eles eram quadradinhos, fininhos, bonitinhos e decidiram fazer uma viagem intergalática de milhões de anos para nossa via láctea, pA muito tempo atrás, em um sistema galáxias binárias muito muito distante, existia uma raça alienígena que só conseguia se comunicar em linguagem digital. Eles eram os disquetes, quadradinhos, fininhos, bonitinhos e decidiram fazer uma viagem intergalática de milhões de anos para nossa via láctea, para nos visitar. Um desafio no espaço-tempo vencido graças às suas naves chamadas Floppy Drivers.

Floppy Driver Space Ship

Lá pelos anos de 1960 tivemos os primeiros contatos físicos com essa população curiosa, aparentemente pacífica e que se adaptaram facilmente ao clima, gravidade e a nossa cultura, que tinha descoberto a linguagem digital anos antes. Muitos dizem que a humanidade descobriu o Bit, graças às instruções enviadas por nossos pequenos amigos extraterrestres algumas décadas antes. Fato ou não, foi um “match” perfeito!

Adaptação e evolução

Com tanto vento soprando a favor nosso, a humanidade construiu uma relação ganha-ganha com os disquetes, que sofreram um processo de seleção natural incrível colonizando espaços menores, com mais capacidade. Mutações que ganharam o nome de HD, Zip Drive, Pen Drive, SSDs, entre outras novas espécies. E com um incrível espírito colaborativo, conseguiam ajudar os terráqueos a transportar dados com muita facilidade.

O melhor de toda essa evolução foi quando os pequenos amigos do homem, usando um meio de comunicação chamado internet, começaram sair de seus casulos e a migrar para grandes colônias de armazenamento, com condições perfeitas de reprodução, replicação e evolução, chamadas pelo seu criador, o ser humano, de cloud computing. O melhor de tudo é que seus grandes amigos virtuais, chamados servidores, pcs, sistemas operacionais e até um humano binário chamado IA, também migraram para a Cloud. Que festa!

Tributo aos disquetes

Essa revolução da cloud computing mudou radicalmente a forma como a humanidade se relaciona com a tecnologia. Os nossos amigos agora estavam interagindo com muitas maravilhas criadas nos últimos anos e que neste texto tentaremos descrever seu conceito, quem são as “grandes colônias” de cloud computing e o os terráqueos da TI que trabalham usando essa maravilha da tecnologia!

O que é cloud computing?

A cloud computing é uma série de serviços de armazenamento, servidores, redes, banco de dados, entre outros, disponíveis via internet. Todos esses serviços são pagos pelo que se usa, o que pode acarretar economia de custos para as empresas e profissionais Tech autônomos. Toda a configuração, inclusive do “hardware” é feita via software, e os serviços ficam disponíveis para uso em minutos. A cloud computing gerou um enorme ganho de tempo e escalabilidade para quem os usa, gerando migrações em massa para essas plataformas, transformando os líderes de hospedagem cloud computing em verdadeiros gigantes tech.

Quais são os benefícios da cloud computing?

São muitos os benefícios da Cloud Computing, com muitas aplicações úteis e aqui estão alguns:

  • O uso da Cloud Computing não exige infraestrutura interna. Optar pela Cloud Computing significa não precisar gastar muito dinheiro na compra de servidores, softwares e infra de rede;
  • A necessidade de um maior poder computacional, ao contrário de uma infra estrutura interna, pode ser feita em minutos e, inclusive, a escalabilidade pode ser configurada automaticamente, quando por exemplo, um número de usuários, muito acima do normal, acessa um aplicação. Isso gera economia de tempo, esforço e o usuário não irá experimentar nenhuma instabilidade sistêmica;
  • Pode ser acessada globalmente, em qualquer lugar que tenha internet disponível.
  • Os backups de dados se tornam mais fáceis e confiáveis de serem feitos, assim como a recuperação de um backup quando há necessidade;
  • O custo de oportunidade em relação ao negócio principal de uma empresa melhora, pois o tempo e dinheiro que se gastava com a manutenção da infra-estrutura interna, com a Cloud Computing, diminuem e consequentemente a equipe se torna mais produtiva, realizando outras tarefas necessárias para o sucesso da empresa;
  • Os principais serviços de Cloud Computing possuem data centers espalhados pelo globo, equipados com o que há de mais novo, com fortes políticas de segurança da informação, com times altamente qualificados, que garantem aos usuários, excelente disponibilidade, confiabilidade e performance;
  • As atualizações de software são feitas de forma automática, o que também gera uma economia de tempo.

Tipos de serviços em nuvem

São três os principais tipos de serviços em nuvem. São eles:

Infraestrutura como um serviço (IaaS)

A Infraestrutura como um serviço, é o serviço mais básico da Cloud Computing. O IaaS é a forma mais comum de gerenciamento de infraestrutura em nuvem, parecido com a gestão de infraestruturas internas comumente usadas nas empresas, com a diferença que IaaS está na nuvem. São servidores, recursos de rede e armazenamento usando máquinas virtuais, que geram custos apenas quando estão sendo usados.

Plataforma como um serviço (PaaS)

Com a PaaS, as empresas focam em seus produtos digitais, pois é fornecida uma plataforma com servidores e sistemas operacionais pronta para uso, sem a preocupação na aquisição de novos recursos e manutenção. Isso torna o trabalho mais eficiente, pois a preocupação associada à plataforma é eliminada. 

Software como um serviço (SaaS)

São aplicações de usuário final, armazenadas em nuvem, que para serem usadas, geralmente pedem uma assinatura ou um licenciamento. Alguns SaaS são gratuitos, como por exemplo, o webmail do Gmail, um exemplo típico de Saas, pois para usar, não é necessário ter preocupação alguma com manutenção de servidores, armazenamento, sistemas operacionais, etc. O SaaS oferece um produto completo, executado e gerenciado pelo provedor Cloud Computing.

Onde usar Cloud Computing

Nós terráqueos usamos a Cloud Computing desde os primórdios da WWW. Os primeiros webmails, tais como hotmail e yahoo são exemplos de SaaS que estão armazenados na nuvem. Atualmente a Cloud Computing está nos seus arquivos armazenados na nuvem, nos seus seriados e filmes do netflix, nos seus documentos do Google Drive, e aí vai!

  • Com o avanço da tecnologia, os backups também estão para nuvem, sendo possível armazenar e recuperar dados com facilidade;
  • A Cloud Computing certamente colaborou para que um grande número de startups surgissem, pois a infra deixou de ser um gargalo de custo e tempo, proporcionado um grande número de novos aplicativos mundo afora;
  • E o que dizer do gerenciamento de grandes volumes de dados? Relatórios gerenciais que há menos de 10 anos eram inviáveis, atualmente são gerados em segundos mesmo com o processamento de terabytes de dados.

Quais são os maiores provedores de Cloud Computing existentes?

Atualmente temos dezenas de provedores de Cloud Computing, vamos citar aqui 5 dos maiores, com um link para cada um deles para que você conheça melhor.

Case de Sucesso da Netflix com Cloud Computing

A NetFlix, a maior plataforma de streaming do mundo e pioneira no setor, foi também uma das primeiras empresas, no final da década de 2000, a acreditar na Cloud Computing. E a decisão se provou acertada, pois entre dezembro de 2007 e dezembro de 2015, o número de horas de conteúdo transmitido na Netflix aumentou mil vezes e a infraestrutura de nuvem foi capaz de atender essa demanda. 

Como a migração para a nuvem foi algo gradativo, o data center no formato tradicional também era mantido, e no final de 2010 não foi mais capaz de atender às demandas. Graças ao aumento de escala na nuvem, os clientes Netflix não perceberam qualquer problema de limite de conexões excedidas.

Quais cargos já existem para se trabalhar com Cloud Computing?

Abaixo vou listar alguns cargos ligados à computação na nuvem. Provavelmente já existem muitos outros, mas se perceberem são cargos ligados a outros cargos que já existem há algum tempo e que foram adaptados para a realidade da Cloud Computing.

Desenvolvedor de software em nuvem

Os desenvolvedores de software em nuvem trabalham desenvolvendo soluções que operem na nuvem. São responsáveis também pela manutenção e correções do software que desenvolvem, além de serem capazes de implementar e manipular banco de dados em nuvem.

Administrador de nuvem

Profissionais que administram a forma como os colaboradores vão usar a estrutura de Cloud Computing da empresa, fornecendo níveis de acessos e permissões de acordo com a responsabilidade de cada um na infra-estrutura.

Arquiteto de nuvem

O Arquiteto de Nuvem cuida da forma como os recursos de nuvem vão operar. É um profundo conhecedor dos serviços oferecidos pelo provedor de Cloud Computing, e implementa a forma como esses elementos da arquitetura serão usados, para que prazos sejam cumpridos e dentro do orçamento estipulado.

Engenheiro de automação em nuvem

São profissionais responsáveis por implementar automações de processos em uma Cloud Computing. Seu objetivo é identificar processos repetitivos e os automatizar, gerando dessa forma economia de tempo e custos em implementações de soluções em nuvem.

Consultor de nuvem

São profundos conhecedores de plataformas de nuvem, contratados para, ao entender a necessidade da empresa, orientar os melhores provedores de Cloud Computing e suas soluções para atender com o melhor custo benefício as demandas a serem implementadas. O Consultor de nuvem também trabalha orientando na migração de aplicações para nuvem, com o objetivo de evitar problemas e gastos desnecessários.

Analista de segurança em nuvem

Tem a responsabilidade de garantir a segurança da presença de uma empresa na nuvem. Eles fazem isso monitorando ameaças e implementando as defesas contra elas, evitando assim, vazamentos e  violações de dados.


Deixe um comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com